Sábado, 2 de Dezembro de 2006

Co-incineração - Estudar o assunto!

Foram publicados os estudos da Comissão Científica Independente para a queima de RIP na CECIL do Outão. É bom consultar este documento para o caso deste tema voltar à ordem do dia.


http://paginas.fe.up.pt/~jotace/


Destaco um excerto:


- A queima improvisada de resíduos ou a sua deposição sem controlo é a pior das alternativas. Por exemplo, as dioxinas produzidas durante os 21 dias dos testes do Outão, correspondentes ao tratamento de 1100 toneladas de combustível contendo resíduos, são equivalentes às resultantes da queima de cerca de 3 kg de resíduos sólidos urbanos numa fogueira.


Só este excerto deve dar que pensar...!


Voltarei a este tema, veremos se colhe interesse e comentários.

publicado por aalmeilda às 18:31
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Antnio Almeida a 3 de Dezembro de 2006 às 19:52
Caro Gustavo, embora pense que não o conheço, permita que o trate assim! Já começa a valer a pena lançar este assunto a discussão... não vejo onde fui pouco comedido, mas ademito que desejo provocar o surgimento de ideias. Além desse particular, concordo absolutamente com a sua análise. Clarificando a minha posição direi que este assunto tem aspecto laterais para a vida das populações que já são gravosos demais sem que haja co-incineração e disso não se fala. O Sr. falou e bem desse assunto! Lançarem-nos para a cara os efeitos de um processo de queima desses resíduos, exibindo quase sempre as piores consequências, sem nos apresentarem os valores existentes na situação actual é, no mínimo demagogia ou atirar areia para os olhos. Quando referi que empresas o possam fazer e que o estado controlasse, devo acrescentar que deverá existir um Comissão Local de Acompanhamento de Impacte Ambiental da Operação. Claro que, também reclamo estudo de Impacte, antes e durante o processo. Mas tal comissão municipal já devia existir o aterro intermunicipal e outras actividades (pedreiras) bem o exigem. Penso que a solução da Co-incineração acabará por acontecer, sendo útil que a estudemos para estarmos preparados para a acompanhar! Agradeço o seu precioso contributo nesta discussão e espero que volte!


De Gustavo Lucena a 3 de Dezembro de 2006 às 19:04
Até á frase "Ou o estado resolve ou deixa que as empresas resolvam e controla", estava de acordo com o princípio de discussão encetada pelo autor e responsável (?) deste Blog, pergunta: -Isto é matéria de discussão para um Blog?
Não será com certeza também para os políticos, bem se viu a atitude do município nesta matéria, "lavou as mãos como Pilatos", ao ponto do executivo municipal incitar sub-repticiamente ao levantamento popular, isto na boca do Sr. Horácio Piedade, mui digníssimo presidente da Junta de Freguesia de São Sebastião e Adjunto do Presidente da Câmara Municipal de Loulé, coincidências dirão alguns, para mim a coisa foi premeditada e intencional, quantas visitas e pedidos esclarecimentos foram solicitados oficialmente por estes responsáveis à empresa ou entidades com responsabilidades na matéria? Alguém fez uma notícia na imprensa a propósito disto? O que se viu foi as delegações do PS e PCP e algumas associações ambientais em visita oficial à fábrica, e após isso ponderaram a sua posição, que se reflectiu numa atitude de dialogo responsável, sentiram que a informação recebida e o conhecimento de causa eram suficientes para evoluir a sua posição, não fecharam as portas, o que é salutar.
O Executivo Municipal e o Adjunto/Presidente da Freguesia de São Sebastião, ou lavaram as mãos, ou incitaram ao levantamento popular, vê-se o contraste da responsabilidade. A gravidade maior veio por parte do Sr. Presidente da Câmara de Loulé, que afirmou mais que uma vez, publicamente: "a pretensão da Cimpor é para chumbar", esclarecedor e assustador, será que o senhor em causa e seu adjunto terão noção da gravidade em continuar a usar o aterro intermunicipal situado por cima da cortelha?
Quais os estudos de impacto ambiental promovidos pela edilidade nesta matéria? Os lençóis friaticos estão salvaguardados mesmo com a tão propalada impermeabilização? Que responsabilidades se poderão imputar ao Concelhos vizinhos que também usam este aterro? Se o aterro é um negócio para alguns, porque não permitir outras formas de controlo do nosso lixo? Será que temos lobby? A freguesia de Salir não valerá tanto como a de São Sebastião?
Ou se tem um discurso sério sobre esta matéria, ou corremos o risco de hipotecar o futuro dos nossos filhos e netos. Vamos exigir uma discussão responsável com todas partes, onde a população participe e seja esclarecida de uma forma correcta, nada de manipular, o que já é habito nesta Terra de Loulé.
Ao senhor almeida pede-se que seja mais comedido nas suas observações, não queira também o senhor ser mais um aproveitador de ocasião, julgo que não
Cumprimentos, Gonçalo Salvador Lucena.


De Antnio Almeida a 3 de Dezembro de 2006 às 16:42
Pois amigos, é exactamente por achar que há leviandade na forma como os partidos políticos e os governantes em geral andam a tratar este assunto que coloquei esta matéria! O objectivo primeiro é informar e deois disso debater com, algum, conhecimento do assunto. Como tenho dito: "Andam a cuspir para o lado esperando que não lhes caia em cima!" Isso é gravíssima irresponsabilidade e maior ainda é continuar a nada fazer. Ou o estado resolve ou deixa que as empresas resolvam e controla!


De Francisco a 3 de Dezembro de 2006 às 15:47
Há muito tempo que digo que este tipo de tecnologia só vem reforçar a qualidade e o controlo do nosso ambiente e da poluição destas fábricas.


De Manel a 3 de Dezembro de 2006 às 13:56
É bom focar um assunto tão pertinente. Apesar da muita demagogia barata que anda por aí à solta, sobre o assunto, é salutar falar disto com seriedade. QUe todos nós nos interessemos pelo assunto. Manel


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
15
16
17
18

21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Novo Espaço para o "seBAS...

. Estacionamento Eleitoral!...

. Biografia de Miguel Torga...

. 100 anos de Torga... Libe...

. Do rico espólio documenta...

. "Tomada do Castelo"... de...

. Inauguração Amanhã!

. Vem à Terra o mais ilustr...

. Silêncio à espera de Agos...

. A uma Boa Notícia ofereço...

.arquivos

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds