Terça-feira, 30 de Agosto de 2005

6 de Setembro não há Festa!

O Jornal "Primeiro de Janeiro", usando dados fornecidos pela C. M. L. e uma base de avaliação do Instituto Nacional de Estatística apresentou em Coimbra no Forum de Formação Autárquica os resultados desse estudo do qual resultou a atribuição do  Prémio Nacional "Município de Futuro" ao Município de Loulé, como o que mais investiu em bem estar e desenvolvimento.


Aquilo que nos oferece dizer, tendo em conta o orçamento camarário, é o seguinte:


1 - O ranking referido 2002/2003 reporta-se a um exercício em início  (janeiro'02) de mandato, em que logicamente foi dada continuidade aos projectos em curso, iniciados pelo executivo anterior;


2 - É notória a oferta da Cidade em equipamentos de desporto e laser, já de há muitos anos a esta parte;


3 - Aquilo que choca e contrasta com o galardão a atribuir a 6 de Setembro é a sua relação com a realidade das freguesia, sobretudo as rurais, onde não há quase nenhum equipamento social, saneamento básico, água canalizada, recolha adequada de resíduos nem caminhos asfaltados;


4 - Aquilo que se demonstrará é, nada mais, que o gritante desequilíbrio da oferta social do Município aos seus munícipes.


A grande vergonha é o tirarem partido do facto para campanha política.


As mentes esclarecidas não podem senão deplorar esta festividade por aquilo que ela encerra de aviltamento dos esquecidos e desfavorecidos que têm que exigir solidariedade e a justa distribuição dos fundos públicos.

publicado por aalmeilda às 01:37
link do post | comentar | ver comentários (25) | favorito
|
Segunda-feira, 29 de Agosto de 2005

O crescimento da Construção!

Cerro_Piedade.jpg


Na busca de espaço, que permita aquilo que há muito foi prometido, o Parque Público para a zona urbana de S. Sebastião, confronta-se este passeante com enquadramentos interessantes.


As zonas limitrofes desta área urbana apresentam sintomas mistos de estagnação e de intervenção imobiliária próxima sendo difícil prever o rosto da Cidade nos tempos próximos...


É por demais notória a urgência na definição de critérios de planeamento que salvaguardem o direito a habitação de qualidade e à salvaguarda de espaços para instalação de equipamentos sociais.


Confesso que estou a ficar com a noção de que a expansão urbanística está muitos passos adiante da acção (necessária) da autarquia no planeamento da Cidade como um todo coerente. Sendo necessário alertar os cidadãos para a próxima necessidade de se expressarem pelos meios que tiverem ao seu alcance, fazendo ouvir a sua vontade. Pois parece que a autarquia louletana está refem de interesses.


Desafio-vos a utilizar este Blog e nele exporem as vossas preocupações e anseios!

publicado por aalmeilda às 12:47
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 27 de Agosto de 2005

Vigilância Electrónica

delin.jpg


Os ataques aos bens privados são cada dia mais selectivos.


Os "visitantes" sabem, exactamente, o que vão buscar. Actuando em silêncio depois de ter reconhecido o local e desenhado o plano de acção.


A insegurança resulta, nestes casos, do facto de sabermos que o autor é assíduo frequentador, pelo menos durante algum tempo, suspeitamos de todos...


Com os avanços das tecnologias é hoje possível a adopção de sistemas de vigilância que não pondo em causa a privacidade podem, em muito, ajudar à identificação dos culpados.


O simples factos de tal identificação poder acontecer é desde logo dissuasivo.


A segurança constrói-se com estratégia!

publicado por aalmeilda às 09:18
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Agosto de 2005

Iluminação visível de dia e que de noite desaparece!

Luz.jpg 


Era gosto meu agradecer os bonitos e novos candeeiros que os Senhores da Câmara ofereceram à Urbanização Miraserra.


É bom que haja eleições de vez em quando! Ficaram bonitinhos, têm um disco voador lá no topo e afastaram-se do passeio, já não empatam as pessoas que assim não lhes dão cabeçadas.


Mas, passa-se algo misterioso: Atão né queles desaparecem todos à nôte!


Pois é ficámos sem luz, com muito menos que tinhamos antes, o que vale é o brilho que faz nos carros. É só olhar para a imagem feita ontem às 22,00 h.


Andamos às apalpadelas para dar com as fechaduras das portas. Até podemos sair nús que ninguém nota!


:-( QUEREMOS OS ANTIGOS CANDEEIROS DE VOLTA, JÁ! :-(


 

publicado por aalmeilda às 21:03
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Quarta-feira, 24 de Agosto de 2005

Ainda a Estação de Loulé - Passagem Superior

Est_Sup.jpg


Esta é a gare Nº 1, a principal, velhinha e mais utilizada para as partidas e chegadas das composições. Ao lado esquerdo da imagem vê-se a gare Nº 2, um preciosismo da Refer, prevendo um intenso uso do Comboio por ocasião do Euro'2004. Entre as duas gares é visível na imagem a Passagem Superior pela qual os passageiros se deslocam (os que podem). Existe ainda uma terceira linha, na zona da gare para manobras.


Preciosismo porque a construção de mais duas linha nesta estação não melhorou a oferta do serviço ferroviário, permanecendo a via única em todo o trajecto. Quanto ao serviço pouco ou nada mudou.


Já quanto à segurança e conforto de utentes e moradores, tudo mudou e para muito pior. Todos são incomodados e alguns são absolutamente excluídos do acesso a este meio de transporte.


Esperamos que as promessas sejam cumpridas e já agora: nada temos contra as rampas e passagens inferiores, desde que iluminadas, limpas e vigiadas.


Mas por favor, não gastem dinheiro para as coisas ficarem piores!

publicado por aalmeilda às 23:31
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 23 de Agosto de 2005

Alfinal, o Património como está?

P_Castelo.jpg


Bem colada ao edifício da Alcaidaria, em lugar escuso para qualquer pouco atento..., mas ao alcance do olhar do visitante mais observador que espreite para lá da cancela, depois de observar as "marcas de canteiro"!


Este incongruente imóvel seria porventura comprado se o plano de valorização do nosso Castelo tivesse sido um objectivo consistente e num apenas uma tardia "ideia de Campanha" em 2001.


Talvez, apenas interesse tratar o que se vê!


Entretanto e enquanto, não é demolido o edifício adquirido pela C. M. L. e transferido o Barbeiro Daniel para fora da freguesia, deixem as vossas opiniões sobre: Valorização do Património.

publicado por aalmeilda às 17:59
link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito
|
Domingo, 21 de Agosto de 2005

Turistas Apeados na Estação de Loulé!

15_8.jpg


Final de fim-de-semana prolongado, da centena de passageiro que se apresentaram com título válido para o Inter-cidades das 14,15h, cerca de sessenta recusaram o transporte alternativo disponibilizado (autocarro) e aguardaram na Estação pelo Inter-cidades das 18,00h.


Foi um dia para esquecer na vida da CP, mas um dia para todos recordarmos e exigirmos o cumprimento das promessas feitas pela REFER, no sentido de melhorar as condições de operação da empresa e devolver a normalidade e segurança às populações e utentes da via férrea.


Para não esquecer, sobretudo, a passividade dos executivos da Câmara e da Junta relativamente às obras e ao quotidiano da zona Estação-Quatros Estradas, cuja vida diária e segurança foram alteradas para muito pior, depois das apressadas obras ali realizadas. Não esquecer também que a reunião havida emtre a REFER e C. M. L., a pedido da primeira, não foi espontânea, antes forçada por notícias surgidas na comunicação social, consequência dos protestos dos moradores e utentes.


É grande a incúria da entidade gestora do território municipal neste caso e com isso expõe os cidadãos a riscos graves que temos vindo a denunciar.


Finalmente: Aconselho a leitura do despacho da LUSA, abaixo transcrito.

publicado por aalmeilda às 23:37
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Notícia da Lusa -15 Agosto - Loulé

Barlavento a Sotavento
LOULÉ Setenta turistas ficaram apeados na gare
16-08-2005 19:57:00

Estação ferroviária de Loulé registou segunda-feira momentos anormais, com 70 turistas a ficaram apeados, uma mulher ferindo-se ao sair do comboio e outra a cair no cais devido ao piso irregular, disse à Lusa uma testemunha.

Um dos utentes, António Almeida, adiantou à Agência Lusa que testemunhou "momentos de grande reboliço" e de "alguma indignação" naquela estação, que foi alvo de trabalhos de modernização antes do campeonato de futebol Euro 2004.
Uma patrulha da GNR de Quarteira e outra de Loulé foram chamadas ao local pelo chefe de estação de serviço, que solicitou ajuda policial para "aclamar os ânimos exaltados" dos 70 utentes e dos cerca de 30 acompanhantes que se viram apeadas na linha número um.
Os 70 turistas portugueses e estrangeiros compraram bilhetes para o Intercidades das 14:15 com saída de Loulé e destino à Gare do Oriente/Lisboa, mas todos ficaram apeados na Estação de Loulé, vendo o comboio partir vazio.
Para minorar o transtorno, a CP (Caminhos de Ferro Portugueses) facultou um autocarro para os passageiros seguirem viagem e concedeu a possibilidade de reembolso ou de apanharem o comboio seguinte, às 18:30.
A porta-voz da Refer - entidade pública que gere a linha férrea - adiantou à Lusa que está a decorrer um inquérito interno na CP e na própria Refer para apurar as causas do incidente.
Segundo a porta-voz da Refer, Susana Abrantes, houve uma "falha humana" do revisor por "ter dado a partida do comboio sem que as pessoas entrassem nas carruagens".
Falta ainda averiguar que tipo de falhas sucederam entre o comando de Faro e o de Loulé.
A Estação de Loulé, por ter várias dezenas de utentes que regressavam de férias, pediu ao comando de Faro que o Intercidades com destino a Lisboa fizesse a sua entrada na linha número dois - em vez de ser na linha um - que corresponde a uma plataforma maior.
Os passageiros foram informados para se dirigiram à linha dois, mas o comboio acabou por entrar na linha número um e partiu vazio.
"O pedido foi feito, mas não foi concretizado", disse Susana Abrantes, referindo que poderá ter existido uma "falta de comunicação" ou de "concertação" entre a mesa de comando de Faro e Loulé.
A Refer indica ainda que, como em toda a via férrea portuguesa, a sinalética é automatizada e não carece de nenhuma pessoa a dar as partidas ou entradas dos comboios.
Além dos 70 passageiros que ficaram apeados, registara-se mais dois incidentes na Estação de Loulé na segunda-feira à tarde.
Um dos incidentes aconteceu com a chegada do comboio Regional à linha um, altura que a única passageira que saiu na estação de Loulé estava a transportar as malas para fora do comboio e este arrancou.
"A senhora caiu e foi levada para o Centro de Saúde com um pé torcido", referiu António Almeida, testemunha no local.
A falta de lajes que provoca irregularidades no piso de acesso às plataformas foi uma das causas prováveis para uma das utentes ter caído para cima da filha quando se deslocava na Estação de Loulé, acrescentou a testemunha, que também utiliza aquela estação.
Em Abril passado, vários moradores e utentes da Estação de Loulé já ameaçaram as autoridades em avançar com protestos caso não se melhore a segurança da passsagem de nível atravessada por três linhas.
Os moradores alertavam, na altura, que não existiam sinais sonoros e luminosos de aproximação de comboios, que muitas vezes passam e nem apitam quando entram no cais.
publicado por aalmeilda às 23:17
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 20 de Agosto de 2005

Apelo à Criatividade Individual

poupar.jpg


Chegou à minha caixa de Correio...


Eu que não estou de férias,


nem lanço campanhas para veraneante ver...


Continuo sem saber,


o que por cá,


 para poupar...


se está a fazer!


 


Ideias, críticas e sugestões, já muitas aqui apresentámos...


aquilo que se sabe e vê é a sua falta nas cisternas e furos em contraste com o seu abundante uso em efeitos decorativos.


Parece que Quarteira irá ter uma oferta decorativa à base de água na Rotunda da Rodoviária.


Bonito será! Será disso que Quarteira precisa?

publicado por aalmeilda às 13:57
link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Agosto de 2005

e... é tão Bela esta Cidade!

Linha.jpg


Encontros únicos com encantos insuspeitos, tem Loulé para oferecer. Surgem imagens como súplicas. Dirigidas a quem souber ver!


Esta  imagem ilustra a linha divisória entre as duas freguesias desta nossa Cidade, que urge aparentar ser una, sem contrastes de desenvolvimento e de cuidado.


Vamos ter "olhos de visitante", vamos ver a Cidade como se fosse a primeira vez; vamos procurar as incoerências e disfunções; vamos reforçar os seus belos recantos; vamos minar os seus pormenores; vamos pôr-lhe um "brilhozinho nos olhos"


Vamos gostar e mimar Loulé!

publicado por aalmeilda às 20:03
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
15
16
17
18

21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Novo Espaço para o "seBAS...

. Estacionamento Eleitoral!...

. Biografia de Miguel Torga...

. 100 anos de Torga... Libe...

. Do rico espólio documenta...

. "Tomada do Castelo"... de...

. Inauguração Amanhã!

. Vem à Terra o mais ilustr...

. Silêncio à espera de Agos...

. A uma Boa Notícia ofereço...

.arquivos

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds