Terça-feira, 30 de Agosto de 2005

6 de Setembro não há Festa!

O Jornal "Primeiro de Janeiro", usando dados fornecidos pela C. M. L. e uma base de avaliação do Instituto Nacional de Estatística apresentou em Coimbra no Forum de Formação Autárquica os resultados desse estudo do qual resultou a atribuição do  Prémio Nacional "Município de Futuro" ao Município de Loulé, como o que mais investiu em bem estar e desenvolvimento.


Aquilo que nos oferece dizer, tendo em conta o orçamento camarário, é o seguinte:


1 - O ranking referido 2002/2003 reporta-se a um exercício em início  (janeiro'02) de mandato, em que logicamente foi dada continuidade aos projectos em curso, iniciados pelo executivo anterior;


2 - É notória a oferta da Cidade em equipamentos de desporto e laser, já de há muitos anos a esta parte;


3 - Aquilo que choca e contrasta com o galardão a atribuir a 6 de Setembro é a sua relação com a realidade das freguesia, sobretudo as rurais, onde não há quase nenhum equipamento social, saneamento básico, água canalizada, recolha adequada de resíduos nem caminhos asfaltados;


4 - Aquilo que se demonstrará é, nada mais, que o gritante desequilíbrio da oferta social do Município aos seus munícipes.


A grande vergonha é o tirarem partido do facto para campanha política.


As mentes esclarecidas não podem senão deplorar esta festividade por aquilo que ela encerra de aviltamento dos esquecidos e desfavorecidos que têm que exigir solidariedade e a justa distribuição dos fundos públicos.

publicado por aalmeilda às 01:37
link do post | comentar | favorito
|
25 comentários:
De Antnio Almeida a 4 de Setembro de 2005 às 19:51
Solange, a humildade é característica dos honestos. Assim sendo, bom seria ver Seruca reconhecer valia na obra de Aleixo quando da festa do prémio! Mas não, nada disso vai ocorrer. O tempo é de aproveitamento político de tudo, mesmo do feito alheio em proveito próprio. Irei estar atento ao discurso politiqueiro que por certo pouco terá de sério, o que não será honesto. É tempo de não dar mais Tempo ao "vale tudo". A Verdade acima de tudo!


De Solange a 4 de Setembro de 2005 às 18:11

Vem aí um prémio pela obra de Vítor Aleixo em apenas dois anos e meio ?
O Jornal Nortenho vai premiar Seruca Emídio pela obra de Vítor Aleixo. Mais vale tarde do que nunca.
Finalmente alguém reconheceu o valo de VÍtor Aleixo.
Já agora em que dia e hora é inaugurado o Hospital dos Pobrezinhos prometido pela actual Câmara ?
Em 4 anos a SAUDE EM LOULÉ seria uma coisa nunca vista.
Ou é da minha vista mas ainda não vi nada.
Tenho de consultar o grande especialista louletano Barros Madeira. A minha vista está a precisar de revisão. Até AMANHÃO !
Solaginha que não é rosa nem cravo. Simplesmente Solange.



De Antnio Almeida a 4 de Setembro de 2005 às 12:36
Para ti João, o meu respeito pela serena intervenção... precisamos disso! A minha opinião, sem que pareça uma resposta para ti, pois que a tua posição é legítima, é a seguinte: Algo mudou isso é claro e bom, nem tudo o que se fez foi mal feito. O que não se deve repetir é esta atitude de queixume em relação a algo que limita a acção, o exagero da denúncia da situação financeira e não recurso ao crédito (o que acabou por ser feito mais tarde, quando já nem fazia falta), levou a uma execução desiquilibrada e não orientada por qualquer visão estratégica e sem equilíbrio na distribuição dos benefícios. Exemplos de investimento camarário neste mandato Alte e Tôr... mas S. Sebastião, nada ou muito pouca coisa! Eu aposto claramente noutro tipo de investimentos que considero urgentes e que melhoram a vida das pessoas e que se integrem num plano coerente a médio prazo que permita conhecer a par e passo o nível de execução e conte com a participação dos cidadãos. Uma governação aberta e disponível a todos os úteis contributos e cuja realização seja consciente de que há um grande trabalho a fazer para garantir sustentabilidade e qualidade em todos os sítios do Concelho, trabalhando preferencialmente no interior, nas zonas rurais, onde há que rapidamente assegurar o tratamento de esgotos, fornecimento de água e melhoramento da rede viária. Será um trabalho longo, difícil e oneroso mas não pode ser adiado. Com confiança, é possível melhorar a vida! A decisão está em nós!


De Joo a 4 de Setembro de 2005 às 11:26
Já dizia a minha avó: "Haverá guerra enquanto houver dois homens no mundo!" Quando se trata de gestão autárquica, é sempre difícil agradar a todos. Mas duvido que alguém possa ser arrogante ao ponto de dizer que a sua experiência é a mesma da do vizinho; não acredito que nada tenha mudado nos último quatro anos e, da opiniões que aqui são emitidas, é facilmente perceptível que essas são aqui deixadas porque a psique humana retém mais facilmente uma má experiência do que várias boas experiências.
De qualquer forma, é importante frisar que muita gente é tendenciosa ao ponto de pretender referir os aspectos negativos porque estes não lhe agradaram; contudo, esquecem-se agora da maior facilidade que tem em chegar a Faro a partir de Loulé. Quem mora no Semino, hoje-em-dia poderá ter uma rede de saneamento básico que antes não existia. Quem gosta de passear à beira-mar, agora pode fazer o seu passeio até ao fim do calçadão de Quarteira sem tropeçar em terra-batida que se amontoava por aqueles lados. Contudo, os alhos começam a misturar-se com os bugalhos quando a Administração Regional de Saúde é chamada à baila, como se fosse responsabilidade do Presidente da Câmara a garantia do funcionamento de uma instituição que pertence ao Estado.

Por outro lado, não basta aprovar projectos: é preciso adjudicá-los e PAGÁ-LOS sem deixar a câmara afogada em dívidas para a gestão seguinte vir a cobrir. As ideias são sempre de louvar, mas não se deixem cegar por situações partidárias. Vejam a evolução geral, mesmo se, desta vez, ela não vos tenha tocado. Será que a maioria da população do concelho não beneficiou com este último mandato camarário? Tão simples como isto: o que existe hoje em infra-estruturas que não existia há quatro anos? Façam o exame isento e teremos que concluir que há diferenças evolutivas.


De Socialista de punho amarelo BEM TESO a 4 de Setembro de 2005 às 02:15
Resposta dedicada à tal rosa murcha:
Deves ser um palerma qualquer a quem te tiraram o tapete. amuas porque não te dão ou não te deram importância e para falares no hugo nunes jamila e no luis filipe deves ser daqueles escarados que vão jogar a batota noites fora a um sitio bem conhecido no centro de Loulé, só sabem falar de tudo e de todos, não querem nem aceitam a mudança vocês pararam no tempo, felizmente que são poucos, eu também sou do PS e não tenho problemas em dizer que as coisas poderiam ter sido melhores inicialmente, mudaram e hoje estão bem e recomenda-se, se calhar se fosses na lista da vereação e algum amigo teu na assembleia já a coisa ia melhor, não?
Por esse andar ainda vão ficar muitos anos a falar do prec, se querem discordar das opções do partido, façam-no em sede própria, ou tens medo de ficares sozinho?
O José Carlos Semião punha-vos na ordem, mas como malta como vocês não descansou enquanto não o tramaram, também porque ele foi-se consolar na besta Miguel madeira que não passa de um oportunista, não o quiseram no PS lá arranjou tacho no PSD, porque e que não segues o caminho dele?
VIVA O PS, VIVA AS ROSAS SADIAS VIVA O VITOR ALEIXO.


De Nuno a 3 de Setembro de 2005 às 00:36
Caro candidato, o mundo está doente de morte, e substituir o espirito de serviço por: “como deve ser” ou “como pode ser”, parece sinal de hesitação, de incerteza e de insegurança…
Na hora presente sopram ventos de terror, o mundo desregra-se, e projecta-se nas nossas vidas em espectáculos de horror, qual alimento de moribundos!
Meu caro, vai desculpar-me mas o condutor, o timoneiro, o almirante, deve demonstrar visão de conjunto, tem de oferecer confiança, e revelar-se decidido e destemido. O tempo urge, a hora que vem pertence aos Almirantes, a nave tem de seguir…


De Nuno a 3 de Setembro de 2005 às 00:30
Caro candidato, a obra não é de muitos, é de todos.
O país não é o tecto, o tecto é o céu, e o mundo é um grão de mostarda e a vida baloiça entre um e o outro; nenhum é sem o outro, nem o maior nem o menor, e todos ocorrem eternamente.
“Gerir e recriar sustentabilidade local olhando à vida das pessoas, criando oportunidades e viabilizando as existentes”? Vai desculpar-me o atrevimento, senhor Candidato, mas… Propõe-se a tal a partir de uma Junta de Freguesia? Ou é Hércules, ou a cunha entre os Deuses é grande!


De saraiva a 2 de Setembro de 2005 às 23:36
Vou dar amostras do bem estar que a câmar proporciona: -- 1 - Centro de saúde de Loulé, 3 e meia da tarde, tiro a senha é a 54. Tenho um furúnculo para tratar e dores horríveis. Sou atendido bem depois das dez da noite, sem comer, sem ter onde me sentar. Há uma máquina para vender sumos. À sua volta, o chão é preto de cuspo, pastilha elástica e nojo. Finalmente, às nove da noite, tive um lugar num banco de cimento. FOI ESTE PRESIDENTE DA CÂMARA QUE DISSE QUE IA FAZER MAIS EM 4 ANOS PELA SAÚDE DO QUE EM TODA A SUA VIDA COMO MÉDICO? ---- exemplo 2 -- Largo de S. Francisco, dez e meia da noite. Busco um refresco para a canúcula numa explanada. Tudo parece perfeito atá surgir aquela imensa ratazana. As mulheres gritam, as crianças querem ir para casa. Acabou a tranquilidade e o panaché fica em meio, no copo. Tenho de levar a família enojada para casa. FOI ESTA CÂMARA QUE INVESTIU NO BDEM ESTAR DAS PESSOAS? OU DOS RATOS? ---- exemplo 3 -- Loja do Cidadão, 3 da tarde. Precisava tratar deste assunto assim assim... Ah, para isso tem de ir à Câmara. Obrigado, já vi que esta loja não vende nada que me interesse. Edifício dos Paços do Concelho. Quatro e meia da tarde. Tenho um assunto para tratar. É na secção tal, mas a senhora X está com baixa. Posso falar com a secretária do sr. presidente? Não pode, ela está numa reunião e vai usar da palavra em nome dos clubes de futebol do concelho. E o senhor adjunto do presidente, senhor Y? Ah, esse, hoje ainda o não vi. Isso quer dizer que o senhor presidente também não está? Pois não, está na reunião com os clubes de futebol. Mas se quiser, pode falar com o senhor L. Muito obrigado. Esse sou eu que não conheço. Então não há ninguém que me possa resolver o assunto? Olhe, volte cá amanhã; talvez.... É ESTA CÃMARA QUE DIZ QUE TEM O MELHOR SITE DO PAÍS E QUE OS CIDADÃOS PODEM RESOLVER OS ASSUNTOS SEM SAIR DE CASA? ia dar outros exemplos. Não tenho tempo, agora. Fica para a próxima. Estou farto de tanta eficácia da Câmara Seruca Emídio-José Graça com assessorias Leonel-Horácio-Laginha, etc


De Ruiva a 2 de Setembro de 2005 às 13:14
A Câmara Municipal de Loulé foi a que mais investiu em bem estar e desenvolvimento??? Só me podem estar a gozar!!! Então o que é que se tem feito por todo o país? Nada??? Será que bem-estar e desenvolvimento tem o mesmo significado para todos? Se pensarmos que criar condições mínimas de habitabilidade a todos, ou à grande maioria dos munícipes, é bem-estar e desenvolvimento, então estamos a pensar de forma correcta, mas de todo, em relação à CML. Como se pode atribuir qualquer prémio que seja, a uma Câmara que persiste em recusar que todos beneficiem de um bem a que todos têm direito? A ÁGUA – Não é esta a responsável pelo crescimento e desenvolvimento de uma região? O mesmo líquido que jorra pelas Bicas Velhas e se desperdiça de forma tão ignóbil aos olhos daqueles que nada têm. Que maior afronta pode existir contra o desenvolvimento? Desperdiça-se de um lado e recusa-se do outro. O desrespeito pelo cidadão é notório, quando lhe é negado aquilo de deveria ter por direito, e isso, será sinónimo de desenvolvimento e progresso? Se calhar até é, mas só nas cabeças mal formadas e mentecaptas que atribuem tais prémios!


De Antnio Almeida a 1 de Setembro de 2005 às 08:20
Nuno, a questão talvez não deva ser "para que serve?" mas como deve ser, ou como pode ser?
Há muito a considerar para lhe responder, mas como pede resposta breve, aqui vai:
Gerir e recriar sustentabilidade local olhando à vida das pessoas, criando oportunidades e viabilizando as existentes é um caminho que, partindo da freguesia, se pode estender à região e chegar a influenciar o país. Mas essa terá que ser uma obra de muitos. É pouco como resposta, mas pediu breve!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
15
16
17
18

21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Novo Espaço para o "seBAS...

. Estacionamento Eleitoral!...

. Biografia de Miguel Torga...

. 100 anos de Torga... Libe...

. Do rico espólio documenta...

. "Tomada do Castelo"... de...

. Inauguração Amanhã!

. Vem à Terra o mais ilustr...

. Silêncio à espera de Agos...

. A uma Boa Notícia ofereço...

.arquivos

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds