Terça-feira, 19 de Julho de 2005

O Parque Público... foi-se!

Parque_p.JPG


Parece claro, agora, que a promessa eleitoral, constante do Programa do PSD para a freguesia de S. Sebastião: "...Criação de Parque Público na Zona Baixa da Freguesia", ficou por terra!


Pois tudo leva a pensar que a promessa feita tinha em vista o local agora usado para Parque de Estacionamento (temporário). Este espaço é óbvio que reunia as condições para um Jardim no interior da cidade, até por já ter sido essa a sua utilização, contando com espécies arbóreas desenvolvidas que permaneceriam.


Agora... resta a esta candidatura encontrar um local, onde esta promessa possa ser cumprida!


Mais um Engodo que se foi!

publicado por aalmeilda às 16:27
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Antnio Almeida a 21 de Julho de 2005 às 02:00
Pois é... Joaquim e há que saber o que se planea para os terrenos que para lá do Modelo confrontam com a Boa Entrada. Mas a questão do saneamento é caótica cá na terra... pior há quem não queira largar a sua foçazita! À esquerda do Canteiro na Rua do Cemitério há uma faixa de terreno livre e o desnível existente pode possibilitar a continuidade de circulação entre os dois planos de Parque. Vou reunir informação!


De Joachim Chibo a 21 de Julho de 2005 às 01:42
Caro Almeida
Regosijo-me pela capacide osmótica que revelou possuir. Há quem lhe chame sintonia, ma em minha opinião a sintonia é algo de diferete. A osmose é um fenómeno físico (?) que aprendi nos bancos do liceu. Acho que tem a ver com a capacidadeque temos para absorver algo que nos rodeia. (Asneira?) pouco importa! Acho que o amigo Almeida percebeu.Acho que a CML mandou elaborar um Plano de Pormenor para a zona. Naaltura pensou curto, isto é, limitou-se a não pensar e resolver apenas os probçemas da Avenida Andrade Sousa e dos proprietários dos terrenos abrangidos. X metros quadrados de área de construção para um, Y para outro, tantos fogos para outro, a Avenida passa por aqui e por ali e o problema está resolvido. Foi isto que os ténicos propuseram e a mais os políticos não se viram obrigados. Resultado final: Os problemas de sanemento básico, abastecimento electrico, estacionamento, etc, etc continuam por solucionar ou serão solicionados à custa do erário público, isto é, a ser pago por todos nós.Espaços públicos e de lazer não existem, os esgotos do supermercado Modelo e do Lidle continuam a drenar não se sabe para onde ( isto é, eu sei mas não tenho espaço, nem paciência para chibar tudo de uma só vez e também quero deixar aqui uma provocaçãozinha para outros frequentadores deste espaço para revelarem algo de interessante à opinião pública).
Resumindo, vamos ter muito que reflectir sobre o papel de um autarca, emquamto gestor público. Amigo Almeida, nem imagina no que se meteu, mas eu sei que é homem para aceitar desafios. Não tem vassalagen a prestar, nem mordomias a conceder. É tempo de arrepiar caminho e ver os homens com O grande em acção. By Joachim Chibo.


De Antnio Almeida a 20 de Julho de 2005 às 22:05
Joaquim, não encotro adjectivos elogiosos bastante para agradecer o seu contributo. Realmente também tenho essa convicção irei indagar o que se passa... Não é uma grande área, mas quem sabe, em ligação com o outro lado da Rua do Cemitério, se possa fazer algo interessante. Isso poderia valorizar a entrada na Cidade e faz-nos muita falta um espaço de lazer e repouso, que vá crescendo como nós vamos envelhecendo. Apareça e vá dando sugestões, vou trabalhar na que apresentou hoje!


De Joachim Chibo a 20 de Julho de 2005 às 21:34
Amigo Almeida
Não se iluda, o parque público só existiu nos folhetos da propaganda eleitoral de há 4 anos. Depois, morreu porque nasceu "nado morto". Que terrenos públicos existem na zona urbana da cidade- Julgo que muito poucos. Houve algum esforço por parte da autarquia para adquirir ou assegurar no âmbito dos processos de loteammento que foi aprovando, áreas de cedência, para assegurar o mínimo para a construção do parque. Nenhum. Nem mesmo no processo de loteamento aprovado por unanimidade terá havido esse cuidado.
O Governo local é laxista, não zela pelo interesse público. Já agora dou-lhe uma dica, para poder reivindicar no futuro o parque da freguesia que irá ter o encargo e a responsabilidade de gerir. Lembra-se do local em que o super mercado LIDLE esteve instalado? Lembra-se com certeza. Não deve saber as razões que determinaram a mudança, nem isso importa agora. O que importa é que o projecto que aprovou o actual edifício em que está instalado o supermercado tinha como pressuposto que o espaço do anterior e uma zona envolvente fosse cedida à CML, com o expresso fim de ser instalado uma zona de lazer. Foi? Não sei, mas admito que o habitual laxismo e pouca preocupação dos autarcas com o interesse público terá deixado no esquecimento.
Conveniências. by Joachim Chibo-


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
15
16
17
18

21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Novo Espaço para o "seBAS...

. Estacionamento Eleitoral!...

. Biografia de Miguel Torga...

. 100 anos de Torga... Libe...

. Do rico espólio documenta...

. "Tomada do Castelo"... de...

. Inauguração Amanhã!

. Vem à Terra o mais ilustr...

. Silêncio à espera de Agos...

. A uma Boa Notícia ofereço...

.arquivos

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds