Quarta-feira, 13 de Julho de 2005

Mais Poço Perigosos!

POS2.jpg


Ainda na Cabanita, a duzentos metros do anteriormente noticiado, esta ruína de nora, contendo água e dispondo de motor eléctrico para a retirar, cuja alimentação eléctica se encontra estendida ao longo do caminho, com ligações expostas, é usado a titulo de empréstimo por um agricultor.


A incúria neste domínio é gritante, sendo muitos os casos graves detectados de não cumprimento da legislação aplicável, por parte dos seus proprietários.


O  mau exemplo dado por eleitos locais nesta matéria, deu azo à irresponsabilidade generalizada, sendo evidente que nesta área, nada foi feito pelos executivos da Freguesia ou da Câmara.


Torna-se por isso necessária a denúncia destas situações ao Director Regional do Ambiente, para que este obrigue o fecho destas estruturas e assim defenda os aquíferos e proteja os cidadãos dos riscos a que se encontram sujeitos.

publicado por aalmeilda às 17:23
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De Joachim chibo a 17 de Julho de 2005 às 18:50
Caro José Carlos
Há uma coisa que tenho a certeza, o jornal diário Correio da Manhã citou o Sr Presidente da Junta de Freguesia de Quarteira, José Mendes, imputando-lhe as declarações. O que em minha opinião ainda é mais grave.


De Jos Carlos a 16 de Julho de 2005 às 12:22
O Sr Joachim Chibo tem a certeza de que o presidente da Junta de Feguesia de Quarteira disse isso? É de uma gravidade enorme. Vivo em Quarteira e desconheço a existência desse poço. Mas com tanta aberração é mais uma cometida por esta gestão autárquica. Que vergonha Zé (Pres. J.Freg.Quarteira)!!!


De Joachim Chibo a 16 de Julho de 2005 às 11:32
Infelizmente o estado de total abandono em que a actividade agrícola se encontra tende a generalizar situações destas. A denúncia destas aberrações servirá no mínimo para a culpa não morrer solteira. Os responsáveis políticos locais já podem deixar de assobiar para o lado e fingir que não sabiam da situação. Ficamos todos na expectativa pela pronta intervenção por quem de direito. Já agora uma conselho ao responsável político local. Não faça como o Sr Presidente da Junta de Freguesia de Quarteira, José Mendes dixit:

“ Este ano ainda não fui ao local. Tínhamos colocado o capô de um carro velho a tapar o poço até conseguirmos apoios para avançar com a recuperação. Desconheço se alguém retirou a chapa e colocou as tábuas “.



De Ruiva a 16 de Julho de 2005 às 10:49
Meu caro António Almeida, a minha ausência neste blog foi, infelizmente, mais do que justificada. Tive que canalizar todas as minhas atenções e energias para apoiar e tentar salvar o meu melhor amigo. Foram dias angustiantes e desgastantes, que me levaram tempo e disposição para qualquer outro fim que não fosse – salvar o meu melhor amigo! Agora que o pesadelo já passou, quando tudo parece não ter passado de um sonho, concluo que se todos os nossos actos tiverem a determinação e convicção que merecem, os frutos a colhermos, serão decerto, muito mais proveitosos. Não há nada que façamos com muita determinação, que um dia não sejamos recompensados. É preciso é nunca deixar de ACREDITAR, nunca perder a esperança. É essa esperança que eu deposito em ti, como futuro Presidente da Junta de Freguesia de S. Sebastião, já a partir de Outubro. Considero que és um HOMEM de convicções fortes e capaz de MUDAR A HISTÓRIA DESTA FREGUESIA. A propósito, o meu melhor amigo está vivo e recomenda-se, ao contrário das expectativas, que apontavam para 0% de hipóteses de sobrevivência. Tudo é passível de ter bons resultados quando a determinação, amor e carinho estão presentes.


De Antnio Almeida a 16 de Julho de 2005 às 08:15
Ruiva, tens já um admirador declarado, aceita de este teu amigo uma entusiástica declaração de concordância com a correcção das opiniões que deixas neste espaço. Com elas elevamos muitíssimo a qualidade e o contributo ético para uma política melhor, Quando apareces a discussão melhora! Não estejas, por isso, muito tempo ausente!
Há que desmistificar essa da "propriedade privada" quando em conflito com a "coisa pública". Quem gere a vida pública não pode ser condiccionado por erros privados ou sofrer a sua consequência. Tem que haver cumprimento da lei e a capacidade "pública" de obrigar os "privados" a cumpri-la. Isto a bem de todos, claro.


De Ruiva a 16 de Julho de 2005 às 00:18
Pois é, depois, quando houver um acidente, ninguém é responsável! Como é possível que se deixem junções eléctricas expostas a céu aberto? Bem, talvez porque, da mesma forma se deixam poços destapados sem qualquer impunidade. Neste país tudo se faz, tudo se aceita sem a menor fiscalização. Às vezes chego a pensar se Portugal não estará umas milhas mais a sul, lá para os lados de África… (comentário sem a menor conotação racista). Segue-se “religiosamente” as determinações impostas pela CEE relativamente, por exemplo, ao consumo e comercialização de determinado tipo de alimentos (chouriços e presuntos caseiros, bacalhau, etc.), destroem-se/eliminam-se as tradições de determinada região, mas em compensação, outros há que tudo lhes é permitido.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
15
16
17
18

21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Novo Espaço para o "seBAS...

. Estacionamento Eleitoral!...

. Biografia de Miguel Torga...

. 100 anos de Torga... Libe...

. Do rico espólio documenta...

. "Tomada do Castelo"... de...

. Inauguração Amanhã!

. Vem à Terra o mais ilustr...

. Silêncio à espera de Agos...

. A uma Boa Notícia ofereço...

.arquivos

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds