Sexta-feira, 8 de Julho de 2005

Era melhor que estivessem quietos!

Alte.jpg


Não é de S. Sebastião esta imagem, claro que aqui não se passa nada.


Mas ainda bem! De desvirtuações já basta o que foi feito ao Largo de S. Francisco.


A imagem documenta a aviltação da memória que os altenses têm da sua Fonte Grande. O novo-riquismo parolo destrói a alma dos sítios com os seu modernaços enxertos. Com isso fere fundo a alma do povo e corta a ligação das pessoas aos sítios.


Importa dar a voz aos cidadãos, para isso devem ser expostas para discussão pública as maquetas (realistas nos materiais e nas cores), para que o povo se pronuncie sobre aquilo que os políticos e técnicos propõem fazer.

publicado por aalmeilda às 22:36
link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De Artur a 16 de Julho de 2005 às 10:23
Almeida, parece que percebi uma promessa sua: Exporá sempre de forma compreensível as obras que pretender fazer de forma a considerar as opiniões das populações. Não se esqueça que o disse e faça-o. Assim evitar-se-á aberrações como a cometida em Alte que em minha opinião devia ser travada... Haja vergonha Dr. Seruca, o Sr não precisava de ficar na história por esta nódoa.


De Ruiva a 15 de Julho de 2005 às 21:03
Caríssimo “jc” ou “alguém que gosta muito do Parragil”, agora quem está baralhada sou eu! Afinal quem é quem? Daqui a pouco, eu própria começo a ter dúvidas de quem eu sou!!! Assina “jc” mas faz um comentário que é, de todo, semelhante ao “alguém que gosta muito do Parragil”. Esclareça-me pois, por favor. Quanto ao facto de eu ter um poço tapado numa das minhas propriedades, pois… é de todo falso! Nem tapado, nem destapado. Lamento desiludi-lo, mas continuo na minha – NEM TUDO O QUE PARECE, É. Certifique-se pois. Quanto ao facto de se referir que tem muita admiração por mim, sinto-me lisonjeada, mas concluo que deve ser pelos textos (por mim redigidos) neste blog . Se calhar, até pensamos da mesma maneira…


De jc a 14 de Julho de 2005 às 09:59
Cara Ruiva, nem estou obsecado nem senil nem sequer o que digo é um disparate assim passo a explicar:a cerca de 20 metros do poço (devidamente tapado) situado na sua propriedade no sentido nascente está um poço coberto por arbustos que, esse sim é um verdadeiro perigo. Quando cá vier passe por lá e depois diga-me se o que digo é um disparate, dou-lhe uma pista é junto á ruina, mesmo junto ao caminho.........Um abraço ...........P.S: eu não a idolatro tenho isso sim muita admiração pela sua pessoa


De maria a 11 de Julho de 2005 às 13:43
"sendo isso um crime publico cabe a todos os cidadaos a denuncia desse facto as autoridades competentes ou será que tambem cabe ao Presidente andar por esses campos á procura de poços destapados".
Caro ALGUÉM QUE GOSTA MUITO DO PARRAGIL, concordo quando diz que é um crime público que se deve denunciar às autoridades. Mas somos todos cidadãos, incluindo o presidente. Este, como o Sr. refere, poderá não ter tempo para andar por esses campos à procura de poços destapados, mas a si em especial pergunto: porque se chateia tanto que se chame a atenção para esta e outras incúrias, se como o Sr refere o presidente não tem tempo? Acha por isso que a população se deve calar porque o presidente não tem tempo? Eu acho que pelo mesmo motivo "falta de tempo" se deve agradecer sim à população pelo zelo que demonstra e se pensar melhor vai ver que estão a ajudar o próprio presidente, fazendo um trabalho que cabe em particular à autarquia - zelar pelo bem estar e qualidade de vida dos cidadãos. Então em vez de se chatear tem mais é que agradecer.Maria


De Ruiva a 10 de Julho de 2005 às 17:15
Caríssimo ALGUÉM QUE GOSTA MUITO DO PARRAGIL, isto já começa a tornar-se uma obsessão, afirmando que me conhece, que conhece a minha casa de férias e ainda que, perto dela, existe um poço destapado. Tem consciência do disparate que está a dizer??? Em adolescentes é que fantasiamos conhecer pessoalmente alguém que idolatramos, mas eu, já passei essa fase há alguns anos… Mas se conhece um poço destapado, perto da casa de uma ruiva, esteja à vontade – denuncie a situação – está no seu direito, uma vez que tal constitui crime público. Nem sempre o que parece, é!!!


De Alguem que gosta muito do Parragil a 10 de Julho de 2005 às 08:25
Estranha-me Srª Ruiva que desconheca o poço que me estou a referir pois o mesmo está a tão poucos metros de sua casa de ferias que me espanta muito não ter dado por isso comentando isso sim um outro poço que suponho que nunca por lá tenha passado por perto, gostaria tambem de informar que sendo isso um crime publico cabe a todos os cidadaos a denuncia desse facto as autoridades competentes ou será que tambem cabe ao Presidente andar por esses campos á procura de poços destapados, já agora quando puder de uma vista de olhos perto de sua casa!!!!! e faça o que um bom cidadão deve fazer!!!!


De Ruiva a 9 de Julho de 2005 às 17:13
Para ALGUÉM QUE GOSTA MUITO DO PARRAGIL, e que fala como se me conhecesse, digo-lhe que não faço a mínima ideia a que se refere. Quanto ao Largo de S. Francisco, é-me perfeitamente indiferente quem o projectou, só sei que aquilo é uma verdadeira aberração! Quanto ao "Laguinho", era melhor que tivessem ficado quietos, pois peca pelo caricato. Não há harmonia entre as partes, não há integração com o meio envolvente, não há NADA, é simplesmente fruto da TACANHÊS de quem quer mostrar obras feitas, seja a que preço for.


De Alguem que gosta muito do parragil a 9 de Julho de 2005 às 09:37
Cara Ruiva serve e presente só para deixar um pequeno reparo: o projecto do Largo que tanto critica foi da autoria do executivo anterior apenas tendo sido modificado pela inclusão do pequeno lago assim não acho correcto estar a criticar este executivo pelo desastre arquitectonico que esse Arq. de Lisboa trazido pelo Sr Aleixo para realizar semelhante coisa , como se aqui no Algarve não existisse ninguem com capacidade para o fazer, sei tambem que a alguns metros de sua casa de férias existe um poço tambem ele destapado. Sabe disso não sabe????


De Ruiva a 9 de Julho de 2005 às 02:56
É incrível como é possível sermos obrigados a ver semelhantes aberrações... Onde pára o sentido estético desta gente? Neste momento, já nada me espanta - poços no meio de caminhos, estátuas "valorizadas" com uns repuxinhos, um lindo jardim tradicional (largo de S. Francisco) que virou em algo inqualificável, enfim... o que se faz neste país para "encher" os olhos do povinho. Será que anda tudo cego??? Com tanta coisa a necessitar de obras urgentes e gasta-se o dinheiro em coisas supérfulas e fúteis. Mas isto, meus caros, é o que o povo gosta!!! Ainda se pedissem ajuda a alguém com uma formação artística ou estética, talvez não caíssem no ridículo de estarem a infestar Loulé numa cidade caricata e provinciana, que tenta a todo o custo, impor-se pelo mau gosto e ver-se desnuda de toda a sua simplicidade e beleza. Senhores autarcas, por favor, parem de uma vez por todas de “agredir” a vossa cidade, RESPEITEM-NA! Sempre me fez muita confusão a desproporção inerente da escultura da rotunda central da Avenida. Uns arcos bonitos e bem resolvidos em termos escultóricos (quanto a mim), mas com a introdução de duas figurinhas, que devido à sua proporção se tornam ridículas. Algum “iluminado”, ao aperceber-se da tamanha fragilidade desta escultura, tem a infeliz ideia de rodeá-la com uns repuxinhos, desviando desta forma, as atenções. Vendo as coisas um pouco mais à frente, posso deduzir que, não só desviou as atenções como também “encheu” os olhos dos louletanos. O POVO QUER É DISTO!!! Quanto maior for o mau gosto, melhor!!! Quanto ao Largo de S. Francisco… corta-me o coração ver no que foi transformado. E pensar que aquele bonito jardim, que outrora serviu de abrigo a centenas de pássaros, que foi palco de muitos e muitos encontros, virou “aquela coisa”, desnudo de árvores e de sombras, desnudo da beleza natural que tanto o caracterizava pela sua simplicidade. Loulé não necessita destas aberrações vanguardistas para se afirmar como uma bonita cidade, pelo contrário, isto só a prejudica. Senhor presidente da C.M.L., pare de encher os olhos dos eleitores de areia, pois qualquer dia não há um único sítio desta cidade onde se possa circular livremente, sem que não hajam verdadeiros atentados ao bom gosto.


De Antnio Almeida a 8 de Julho de 2005 às 22:44
Caros bloguistas: Dedico por inteiro este post ao meu grande amigo Daniel Vieira e com ele dou o meu apoio à luta que ele vem desenvolvendo contra a ofensiva modernista que ameaça dizimar Alte. Esta aldeia pode ser para todos um exemplo de quanto é necessária a cidadania activa na defesa dos valores patrimoniais. Força Daniel, haja coração, não abuses do Xanax.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
15
16
17
18

21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Novo Espaço para o "seBAS...

. Estacionamento Eleitoral!...

. Biografia de Miguel Torga...

. 100 anos de Torga... Libe...

. Do rico espólio documenta...

. "Tomada do Castelo"... de...

. Inauguração Amanhã!

. Vem à Terra o mais ilustr...

. Silêncio à espera de Agos...

. A uma Boa Notícia ofereço...

.arquivos

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds