Quinta-feira, 9 de Junho de 2005

O nosso Ambiente - uma Riqueza nossa!

Adamastor.jpg


Os Parques Temáticos são pela Europa fora, espaços de promoção do turismo interno e formas lúdicas de criar conhecimentos e promover formas mais equilibradas de viver em respeito pelo ambiente.


A freguesia de São Sebastião em Loulé, encerra em sim, grande felicidade nossa, riquezas ambientais, geológica, vegetais e hídricas que podem dar lugar a diferentes espaços de usufruto lúdico e cultural, sem dúvida promotores de saúde e de contratartidas económicas com reflexos no emprego das respectivas populações.


A candidatura socialista a esta freguesia está a desenvolver os necessários contactos para, a devido tempo, apresentar propostas inovadoras nesta área.


O desafio que fica para vós, estimados visitantes, é que deixem a vossa opinião sobre o seguinte:


Será possível compatibilizar a defesa do ambiente e a exploração do espaço ambiental?

publicado por aalmeilda às 16:47
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Ruiva a 11 de Junho de 2005 às 19:11
E foi, de facto “Dia Santo”!... O pior aconteceu, aquilo que eu há muito temia, acabou por acontecer. Quando me dirigia esta manhã para Loulé, um carro havia acabado de ir parar ao terreno lavrado. (Leia-se em 4.6.05 – Ideias de fora… para dentro, o comentário que fiz a propósito). Até quando, senhores presidentes – Câmara e Junta de Freguesia - (com letra minúscula, pois ainda nada fizeram por merecê-la com maiúscula) vão permitir que situações destas ocorram, em parte, por vossa incúria? Quantas pessoas necessitarão de morrer até que a estrada seja arranjada? Talvez lá para as eleições, não? Ou talvez não!... Provavelmente não passam, nem querem passar por lá, pois o voto do povinho - que tem uma memória muito curtinha, e depressa se esquece de quem lhes quer mal e de quem nada fez por eles – já está garantido!!! Onde pára o dinheiro destinado às obras/reparação desta estrada??? Espero que não tenha sido gasto/guardado indevidamente para financiamento da vossa campanha eleitoral!!! Manter a estrada nestas condições é um acto criminoso, pois ainda que aleguem desconhecer o seu estado, após a denúncia que fiz a semana passada, já não o poderão fazer. Pois, pois, pois… eu sei que lêem este blog e que se mantêm informados do que andam a fazer, aqueles que lhes provocam verdadeiras “dores de cabeça”. Meus senhores, respeitem o povo, respeitem pelo menos uma vez na vida, aqueles que um dia acreditaram, tão ingenuamente, ao votar em vós. Sim, estou zangada! Jamais me calarei enquanto situações como esta ocorrerem. Por favor, não façam como o macaco – não vê, não ouve e não fala. Tenho dito.


De Antnio Almeida a 10 de Junho de 2005 às 19:54
Ruiva, uma vez mais experimentei uma profunda satisfação ao ler-te. É de sensibilidades como a tua que necessitamos! Concluou, então que aceitas possível o usufruto sustentável do ambiente, possível a existência de um compromisso entre presente e futuro da humanidade, que salvaguarde as riquezas naturais. Estarei certo?


De Ruiva a 10 de Junho de 2005 às 19:39
É bom que nos preocupemos com a defesa do ambiente, e é imperativo que o façamos, fazendo passar essa mensagem para as gerações mais novas. "Compatibilizar a defesa do ambiente e a exploração do espaço ambiental", porque não???
É sempre possível fazê-lo, mas há que ter conta, peso e medida. Estou a lembrar-me de duas coisas distintas, mas de igual importância. Uma delas é a exploração de pedra, tão implementada no barrocal algarvio - um assunto muito polémico, a meu ver; outro, a exploração das minas de sal.
Quanto à exploração de pedra, as "ditas pedreiras" têm feito a cabeça em água de muito boa gente. Com as sucessivas explosões, lá se vão danificando as cisternas (tão usadas no sul do nosso país), abrindo fendas profundas, não só nestas como nas próprias habitações, de quem por perto lá vive. Mas aquilo que mais me choca, é ver ser destruído aquilo que o Algarve tem de mais bonito - a serra. Custa-me aceitar que as futuras gerações julguem esta província como uma planície. Já repararam que aquilo que outrora era um monte, agora não passa de uma miragem? Mais aberrante é verificar que o que já teve como vista - um monte - neste momento tem como vista - o mar. Não há dúvida que é o sonho de qualquer um, ter uma bela vista para o mar, mas a que preço??? À custa da devastação? Não será quase "criminoso" aquilo que se tem feito??? Ao fim de alguns anos, de grande devastação, alterou-se o sistema - agora só é possível "Esburacar" o monte virado para norte (talvez para não agredir os olhos dos estrangeiros aquando contemplam esta bela região). E então, e quem vive do outro lado, já pode ter como cenário uma paisagem tão descaracterizada, como aquela que lhes é imposta? Ocultar, parece ser a palavra-chave, a solução mais fácil para quem tem um profundo desrespeito pela natureza. Não se deveriam tomar medidas, por forma a estudar soluções passíveis de ser executadas, a fim de minimizar os estragos causados por este "mal necessário"? Porque não promover um concurso público, onde se solicitasse a colaboração daqueles que têm um sentido estético "mais apurado", de ambientalistas, e de todos os que quisessem opinar, por forma a darem uma resposta que fosse exequível??? Meus senhores, há dinheiro para muita coisa, menos para aquilo onde este deve ser aplicado… Faça-se justiça, em prol da natureza, e não só!... Segundo consta, as minas de sal já encerraram, será verdade? Não eram estas utilizadas/frequentadas por pessoas com problemas respiratórios, nomeadamente a Asma? Então porque não mantê-las operacionais e fazer aquilo que o povo tão sabiamente costuma dizer – “matar dois coelhos com uma cajadada só”? Assim, explorar-se-ia o sal e minimizar-se-ia os problemas de saúde dos seus utilizadores, que são, como sabem, os grandes sofredores deste flagelo da modernidade – A Asma. Muito mais haveria a dizer sobre a defesa do ambiente/exploração do espaço ambiental. Tudo é passível de ser feito, desde que tenhamos em conta que será a herança das futuras gerações. Todos deveremos zelar por um bem comum – O nosso Planeta.


De Antnio Almeida a 10 de Junho de 2005 às 13:46
Tó Barnabé, compreendo que estas ideias prévias sejam, por isso mesmo, pouco objectivas. São declarações de vontade minha relativamente ao que gostaria ver feito na Freguesia e, coerentemente, estou disponível para fazer. Quanto ao desporto, sendo escandalosa a ausência de equipamentos, embora já existam muitos na freguesia vizinha, devemos apostar na diversidade da oferta e instalar nas zonas mais afastadas do centro da cidade, estruturas para formação de base e promotoras de saúde. O atlétismo não dispõe de meios, pode ser uma frente de acção. Também os desportos motorizados merecem um espaço próprio, não ignoremos que a juventude se une em volta dessas modalidades. Uma pista para condução defensiva e provas motorizadas poderia ser uma boa ideia, ewstou a tentar encontrar parceiros privados nesta área.
Em conclusão, amigo, precisamos de pensar a nossa terra e encontrar boas e sustentáveis ideias, pensar nas pessoas e evitar "elefantes brancos" e considerar os impactos das decisões na vida das pessoas. Espero que volte ao contacto com resposta ao que aqui lhe respondi, se entender envie-me um email. Até breve!


De T Barnab a 10 de Junho de 2005 às 09:39
Já falou em parques publicos, ciclovias, ainda não percebi onde é que era possivel construir isso, como sou ligado ao desporto, gostava de saber que tipo de equipamento desportivo seria fundamental para São Sebastião? Acha util?
Cumprimentos.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
15
16
17
18

21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Novo Espaço para o "seBAS...

. Estacionamento Eleitoral!...

. Biografia de Miguel Torga...

. 100 anos de Torga... Libe...

. Do rico espólio documenta...

. "Tomada do Castelo"... de...

. Inauguração Amanhã!

. Vem à Terra o mais ilustr...

. Silêncio à espera de Agos...

. A uma Boa Notícia ofereço...

.arquivos

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds