Segunda-feira, 6 de Junho de 2005

Ausência...

Quando se está ausente tem-se, naturalmente, dificuldade em ter informaÇão fresca.
No lugar onde se está presente, não é fácil receber toda a informaÇão disponível. Contudo foi-me possível entender melhor, presente do que ausente, a recusa holandesa ao Referendo Europeu.
Pois, os holandeses chumbaram a política económica e social da comunidade e não votaram a ConstituiÇão Europeia: Que, aliás não o sendo, não se devia entitular tal.
Aqui na Holanda encontrei interessantes soluÇões de um povo que fez o próprio país. Mas quero que saibam esta minha opinião: É bem melhor o país que os holandeses!

Em todo o caso revelam como povo uma extraordinária organizaÇão e um grande sentido prático. Com concepÇões de habitaÇão curiosas, muito práticas e até económicas. Tratam a paisagem e os animais com grande respeito, aproveitando globalmente as riquezas naturais evitando os desperdícios.
Terríveis para ganhar dinheiro, os museu vendem toda a espécie de artefactos mais ou menos uteís, inspirados no seu espólio. Mas são museológicamente bem apresentados e nada baratos: 14 Euros em média. Paga quem pode!

Se existiu um pintor no burgo, o seu nome está na t-shirt, na montra, no copo do café, na tabuleta da ruela e chapeu de chuva que protege a senhora.

Mercantilismo, é por certo obra de mercadores esta Holanda! Os velhos piratas não sabiam que podiam conquistar tesouros na própria terra. Pois, amigos é o progresso. Ë saber tirar partido do que se tem à mão, e saibam que há, e muito, quem compre.

E quanto a gente... É esquecer o Loulé ao sábado de manhã! Nem se sabe donte vêm... basta um raio de sol e sai tudo às ruas, carros, bicicletas e gente... fica tudo entupido!
publicado por aalmeilda às 16:39
link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De Ruiva a 11 de Junho de 2005 às 19:12
E foi, de facto “Dia Santo”!... O pior aconteceu, aquilo que eu há muito temia, acabou por acontecer. Quando me dirigia esta manhã para Loulé, um carro havia acabado de ir parar ao terreno lavrado. (Leia-se em 4.6.05 – Ideias de fora… para dentro, o comentário que fiz a propósito). Até quando, senhores presidentes – Câmara e Junta de Freguesia - (com letra minúscula, pois ainda nada fizeram por merecê-la com maiúscula) vão permitir que situações destas ocorram, em parte, por vossa incúria? Quantas pessoas necessitarão de morrer até que a estrada seja arranjada? Talvez lá para as eleições, não? Ou talvez não!... Provavelmente não passam, nem querem passar por lá, pois o voto do povinho - que tem uma memória muito curtinha, e depressa se esquece de quem lhes quer mal e de quem nada fez por eles – já está garantido!!! Onde pára o dinheiro destinado às obras/reparação desta estrada??? Espero que não tenha sido gasto/guardado indevidamente para financiamento da vossa campanha eleitoral!!! Manter a estrada nestas condições é um acto criminoso, pois ainda que aleguem desconhecer o seu estado, após a denúncia que fiz a semana passada, já não o poderão fazer. Pois, pois, pois… eu sei que lêem este blog e que se mantêm informados do que andam a fazer, aqueles que lhes provocam verdadeiras “dores de cabeça”. Meus senhores, respeitem o povo, respeitem pelo menos uma vez na vida, aqueles que um dia acreditaram, tão ingenuamente, ao votar em vós. Sim, estou zangada! Jamais me calarei enquanto situações como esta ocorrerem. Por favor, não façam como o macaco – não vê, não ouve e não fala. Tenho dito.


De Antnio Almeida a 10 de Junho de 2005 às 20:10
Piçarra, não deves ausentar-te deste espaço, não te deixes ofender. A tua palavra é esperança para muitos de nós, aqueles "tolos" que ainda acreditam que pode haver seriedade na política. Aqueles que revoltados com a incompetência e incúria, não se calam, não engrossam a abstenção.
Poderá ser que, ainda por esta vez, de nada valha falar e apelar às boas consciências e em Outubro ganhem esses tais que logo esquecem o povo que os elegeu e que se lembra tão dedicadamente de si próprios.
Pois Piçarra isto só muda se o eleitor mudar. Se o eleitor fôr exigente, procurar saber o que querem os candidatos fazer com o poder que lhes é conferido, deve querem saber quem são, o que fazem e o que têm os candidatos para mais tarde verificar o que mudou.
Não se pode continuar a aceitar que as promessas feitas para as vitórias sejam ignoradas.
Aumentemos o debate dos nossos assuntos, não nos calemos por muito que nos ameaçem ou ofendam, sigamos o exemplo de Cristo!


De oscar alho a 9 de Junho de 2005 às 23:29
Bravo Sr Piçarra pela primeira vez estou de acordo consigo so assim se consegue levar para a frente este pais, apoio essas medidas assim como apoiei as medidas que no tempo daquele SR um tal de Cavaco (e que tão criticado foi) tambem implementou mas estou a ver tambem um maior empenho na actual oposição para que este governo possa ter margem de trabalho mas lá da parte dos comunas e Blocos é sempre o bata abaixo.................Saudações do Oscar


De david a 8 de Junho de 2005 às 01:19
Esta maltinha é mesmo rui, o prof antónio almeida é candidato do PS, não se armem em espioes bem informados, já gora, o mendes bota vai em algum lado das listas do PSD? não tem coragem?


De RosaMurcha a 7 de Junho de 2005 às 12:49
Confirma-se! Srº Almeida será sim candidato à Freguesia de São Sebastião mas pelo Bloco de Esquerda a Dona Aurelia será a indicação do Partido Socialista. Só assim se percebe tanta agitaçaõ...é a luta pela cadeira do poder


De Antnio Piarra a 7 de Junho de 2005 às 11:15
Sr.Afortunado, não resisto a comentar a sua proposta.....Considero essa sua ideia genial!Tem todo o meu apoio!!!Apesar de reconhecer que é necessário equilibrar as contas públicas, julgo que tal não se pode fazer de forma "cega" e com medidas avulsas...Não podemos entrar no Mundo do "Vale Tudo"!.... Eu tb tenho uma ideia para arrecadar os tão necessários EUROS...Vamos fazer um "inventário" de todos os fundos da CEE/UE mandou para Portugal. Saber quem os recebeu e o destino que lhes deu....Todos aqueles que os aplicaram em investimentos ou gastos diferentes dos estabelecidos pelas normas Europeias..DEVERIAM SER OBRIGADOS a repor todo o dinheiro recebido (até au ultimo cêntimo e com os devidos juros de mora). Esses senhores deveriam ser os primeiros a pagar a crise existente neste pobre País, onde são sempre os mesmos a pagar as "favas"!...Foram milhões , milhões e mais milhões que entraram em Portugal..~milhões para as pescas, milhões para a agricultura, milhões para a industria, etc..etc...Onde está esse dinheiro? Que riqueza e desenvolvimento se gerou com esses fundos???Meus amigos, excepção feita às vias de comunicação, não vejo NADA!!!!E agora? Como pode um País sair duma situação delicada como a que vivemos sem se incentivar a produção ? Será com medidas de "tapar buracos" que se resolve o problema??? Apelo aos senhores governantes que descubram os antiparasitários e outros remédios que combatam a atraso económico e de mentalidades que prolifera por estas bandas; isto numa prespectiva de médio/longo prazo...Basta de medidas fáceis e primárias com que, diáriamente, nos deparamos nos diferentes meios de cominicação social!....E claro, o exemplo tem que vir de cima....essa conversa do Eng. Socrates de que..os sacrifícios vão reacair S/todos os portugueses, não me convencem...vamos passar das palavras aos actos...BASTA DE DISCURSOS POLITICAMENTE CORRECTOS!!Reduzam o numero de deputados, reduzam a frota automóvel do governo e Presidência da Republica, Poupem nas viagens ao estrangeiro(os falmiliares podem ficar em casa a ver as telenovelas), organizem a administração pública, não façam mais estádios, não comprem submarinos, não cedam aos interesses daqueles que se julgam donos de Portugal. O espírito do 25 de Abril está desvirtuado..vamos recuperar as conquistas de Abril..não podem existir portugueses de primeira e portugueses de segunda. Precisamos de competência e não de oportunismo e irresponsabilidade! Quero um País modermo e próspero; liberto de corrupção e hipocrisia! Quero acreditar no futuro!....


De Caca de Choco a 7 de Junho de 2005 às 01:16
O Melhor da Blogosfera e o futuro sem olhar para o passado está no Kumité. Visite--nos e Opine connosco.


De Afortunado na Vida a 6 de Junho de 2005 às 21:25
Caro Sr. Primeiro-Ministro.

Venho por meio desta comunicação manifestar meu total apoio ao se esforço de modernização do nosso país. Como cidadão comum, não tenho muito mais a oferecer além do meu trabalho, mas já que o tema da moda é Reforma Tributária, percebi que posso definitivamente contribuir mais.

Vou explicar: Na actual legislação, pago na fonte 31% do meu salário (20 para o IRS e 11 para a Segurança Social).

Como pode ver, sou um cidadão afortunado.

Cada vez que eu, no supermercado, gasto o que o meu patrão me pagou, o Estado, e muito bem, fica com 19% para si (31+19P)

Sou obrigado a concordar que é pouco dinheiro para o governo fazer tudo aquilo que promete ao cidadão em tempo de campanha eleitoral.

Mas o meu patrão é obrigado a dar ao Estado, e muito bem, mais 23,75% daquilo que me paga para a Segurança Social. E ainda 33% parao Estado (50+23,75+33=106,75).

Além disso quando compro um carro, uma casa, herdo um quadro, registo os meus negócios ou peço uma certidão, o Estado, e muito bem, fica com quase metade das verbas envolvidas no caso.

Minha sugestão, é invertermos os percentuais. A partir do próximo mês autorizo o Governo a ficar com 100% do meu salário.

Funcionaria assim: Eu fico com 6,75% limpinhos, sem qualquer bónus mas o Governo fica com as contas de:

- Despesas Escolares,
- Seguro de Saúde,
- Despesas com médicos,
- Medicamentos,
- Materiais escolares,
- Condomínio,
- Água,
- Luz,
- Telefone,
- Energia,
- Supermercado,
- Gasolina,
- Vestuário,
- Lazer,
- Portagens,
- Cultura,
- Contribuição Autárquica,
- IVA,
- IRS,
- IRC,
- Imposto de Circulação
- Segurança Social,
- Seguro do carro,
- Inspecção Periódica,
- Taxas do Lixo, reciclagem, esgotos e saneamento
- E todas as outras taxas que nos impinge todos os dias.
- Previdência privada e qualquer taxa extra que por ventura seja repentinamente criada por qualquer dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Um abraço Sr. Primeiro-Ministro e muito boa sorte, do fundo do meu coração!

Ass: Um trabalhador que já não mais sabe o que fazer para conseguir sobreviver com dignidade.

PS: Podemos até negociar a percentagem!!!"


De miguel a 6 de Junho de 2005 às 17:38
Caro amigo Almeida, com este executivo, Loulé vai ficar fora do mapa da Importancia e da Notoriedade!!
Vamos ficar a ver passar os navios em direcção a Faro com o Vitorino a controlar tudo o que é de importante para o Algarve!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
15
16
17
18

21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Novo Espaço para o "seBAS...

. Estacionamento Eleitoral!...

. Biografia de Miguel Torga...

. 100 anos de Torga... Libe...

. Do rico espólio documenta...

. "Tomada do Castelo"... de...

. Inauguração Amanhã!

. Vem à Terra o mais ilustr...

. Silêncio à espera de Agos...

. A uma Boa Notícia ofereço...

.arquivos

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds