Domingo, 5 de Agosto de 2007

"Tomada do Castelo"... descobrir a Porta!

Uma advertência ao Alcaide feita em 2005 pela candidatura que fiz à freguesia de S. Sebastião usou a simbólica expressão: "Ou olham para nós ou teremos que tomar o Castelo!". Passados são mais de 2 anos... Eis que descobrimos a Porta!


Está-se por estes dias a escrever a História, sendo muitos e valiosos os achados que enriquecerão o nosso património.


Na inauguração do Arquivo histórico Municipal o nosso Alcaide centrou no Património a sua intervenção e fez bem! Lamentavelmente esqueceu a vertente humana do património e ao fazê-lo apossou-se de todos os louros do trabalho de muitos que lhe deixaram a "papinha pronta" ou lhe oferecem dia-a-dia o trabalho voluntário que possibilita a presente capacidade de achar.


No património estamos bem e agora S. Sebastião também recebeu algum, mas é muito pouco para a presente capacidade de fazer e pagar. Há muitas outras e urgentes necessidades que o Sr. Alcaide conhece. Eu, como já descobri a Porta do Castelo, vou nos próximos dias indicar-lhe essas necessidades urgentes para que as satisfaça e assim evite a "Tomada do Castelo"!

publicado por aalmeilda às 21:25
link do post | favorito
De Antonio Piarra a 7 de Agosto de 2007 às 11:19
Sr. Martins, as obras que enumerou são maioritariamente ideias e projectos que transitaram do anterior executivo. Não pretendi exagerar na análise ao desempenho da equipa liderada por Seruca Emidio. Como o meu amigo diz, mal seria que durante os ultimos anos de governança laranja, nada tivesse sido feito, fruto da iniciativa do actual executivo camarário.Considero no entanto que, com as verbas disponíveis, muito mais poderia ter sido feito.Para mim, as novas instalações da Junta de Freguesia de S. Sebastião, as rotundas e a piscina de Quarteira, não eram obras prioritárias para este concelho. Considero que seriam obras a concretizar após muitas outras que pela sua importância , já há muito deveriam ter sido concluidas.A habitação social construida foi um pingo de agua num oceano de necessidades habitacionais a custos controlados em que Loulé, inexplicavelmente, continua afogado.Onde estão as creches e infantários necessários para que os pais possam deixar os seus filhos em segurança enquanto exercem a sua actividade profissional?Onde procurar apoio domiciliário para os idosos deste concelho?E a conclusão da circular de Loulé?E o policiamento no concelho?E o estacionamento capaz de dar uma ajudinha no comercio tradicional em Loulé?E a conclusão do "calçadão" de Quarteira?E um digno MERCADO MUNICIPAL em Quarteira?E para quando algo capaz de minimizar o estaciomamento caótico em Quarteira durante a época balnear?etc.etc.etc. Loulé precisa de obras estruturantes e sobretudo de sensatez na aplicação dos dinheiros públicos.A regra da prioridade é exigível numa gestão eficiente e estratégica.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
15
16
17
18

21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Novo Espaço para o "seBAS...

. Estacionamento Eleitoral!...

. Biografia de Miguel Torga...

. 100 anos de Torga... Libe...

. Do rico espólio documenta...

. "Tomada do Castelo"... de...

. Inauguração Amanhã!

. Vem à Terra o mais ilustr...

. Silêncio à espera de Agos...

. A uma Boa Notícia ofereço...

.arquivos

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds