Quarta-feira, 13 de Abril de 2005

Compromisso Reafirmado

Este "seBASTIÃO" está e permanecerá neste espaço até que se concretize o seu objectivo:

PRODUZIR UMA MUDANÇA DA OPÇÃO ELEITORAL DOS CIDADÃOS DE S. SEBASTIÃO que possibilite o progresso social e económico da freguesia.

Aqui serão denunciados os erros e inacções dos executivos que desde o 25 de Abril governaram (desgovernando) a freguesia, invariavelmente da mesma formação partidária, o PSD.

O tédio de nada fazer já deveria impôr uma só decisão:

NÃO SE CANDIDATAREM MAIS. Deixando que outros mostrem que podem fazer melhor!

Que tenham vergonha e não nos castiguem mais, trabalhamos, acreditamos e somos enganados. Que pecados somos obrigados a expiar???

Tenhamos coragem de mudar esta maldição e de cabeça erguida afirmemos: "P'RA FRENTE SÃO SEBASTIÃO!
publicado por aalmeilda às 13:27
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De RUIVA a 24 de Abril de 2005 às 21:06
O Império do “Tio” Alberto João (Jardim)

Pensava eu, viver num país livre, onde fosse permitido (e sem represálias) falar abertamente sem que fosse logo julgada. Pois é…enganei-me!

Há neste país minúsculo, pelos vistos, mais um “ditador”.

Como se não bastasse o “nosso amigo” daquela ilha magnífica, logo teria de aparecer outro, e agora no sul do país.

Acreditem que por momentos me interroguei, por várias vezes, se não estaria eu no início dos anos 70.

Estava eu a assistir à última Assembleia Municipal de Loulé e deparo-me com situações, no mínimo surrealistas.

Após a aprovação por unanimidade de um documento alusivo ao 25 de Abril, pude constatar que, alguns dos que o aprovaram, em nada fazem jus ao que lá estava escrito.
… e falava um senhor munícipe das suas preocupações, aos deputados e vereadores da C.M.L. quando teve, no seu discurso, a frase infeliz “o senhor é um aldrabão” (quando se referia a um membro da C.M.L.).

Logo em sua defesa (do membro da C.M.L.) se insurge um deputado do PPD/PSD (que de social democrata nada tem), dizendo em tom ostensivo que, ou o munícipe retirava o que havia acabado de dizer, ou o assunto que o tinha ali trazido era de imediato arquivado.

E VIVA A DEMOCRACIA!!!

Ainda que eu não concorde com insultos a quem quer que seja, a julgar pela atitude deste senhor deputado, posso depreender que tudo “funciona” assim na C.M.L..

Tudo não passou de um jogo de palavras – “aldrabão”, “faltou à verdade” (não quererá isto dizer a mesma coisa, mas apenas de forma mais polida?)

OU FAZES O QUE DIGO, OU ENTÃO…

… e tinha “aquela alminha” acabo de aprovar o documento acima citado!!!...

Agora começo a perceber a relutância que alguns munícipes tiveram em assinar um documento referente ao Poço do Parragil.

O Poço do Parragil, sem dúvida um MARCO em toda a acepção da palavra!!!

Talvez o marco que muitos queiram esquecer/esconder em “prol do desenvolvimento” (alargar a estrada, sem dúvida, num futuro próximo).

O Poço que presentemente servia como ponto de referência a automobilistas, aquando da descrição de determinado trajecto rodoviário, tem ainda, a função de fornecer água aos munícipes menos abastados (que não têm recursos para terem um furo, nem construírem uma cisterna).

É VERDADE, EM PLENO SÉCULO XXI AINDA HÁ POPULAÇÕES QUE NÃO TÊM ÁGUA DA REDE PÚBLICA!!! (nem da outra)

Por incrível que pareça, a decisão da não reedificação do Poço do Parragil (pela sua antiga traça ou pela sua mais recente versão de fontanário), coube a cerca de 30 munícipes (e não de 80, como o Sr. Eng.º não sei das quantas o quis fazer crer).

Sem dúvida que o que prevalece neste país são os “Lobbys”.

Marca-se uma reunião com a população, afixando uma convocatória no Clube Recreativo Parragilense, e mais 14 (invisíveis) que apenas o Sr. Eng.º não sei das quantas viu/afixou.

Não se convoca/comunica a população, por folheto distribuído pelas caixas de correio, porque senão talvez a decisão não seja a favor daquela pequena minoria que aprovou tamanha aberração – A DESTRUIÇÃO/DEMOLIÇÃO DO POÇO DO PARRAGIL.

Não se lavra uma acta nem se regista o número de Munícipes que participaram na reunião. Pois é, não interessa!!!

Há que ocultar que nem sequer havia quórum, não é verdade???

E assim se fazem as coisas no nosso país…

RÉPUBLICA DAS BANANAS? NÃO, PORTUGAL!!!

É com alguma nostalgia que recordo o Poço do Parragil, e com muita tristeza o que fizeram no seu lugar.

SEM COMENTÁRIOS… UM DIA ALGUÉM VAI TER QUE RESPONDER POR TAMANHA ABERRAÇÃO!

Senão veja-se, como poderão as futuras gerações saber e dar valor a um bem de primeira necessidade – A ÁGUA – que durante décadas chegou à casa dos pais e avós, dentro de cântaros transportados por carrinhos de mão desde o Poço do Parragil até às povoações mais próximas?

Temos nós o direito de apagar essas memórias que estão ainda tão presentes no coração de muitos?

Ou será simplesmente VERGONHA, ao querer esconder o passado?

Não devemos nós preservar aquilo que as gerações mais antigas nos deixaram?

Afinal, estamos a caminhar para onde?

É com tanta tristeza que olho o local, que em tempos serviu - a pretexto de uma ida à água - para muitos encontros, e alguns resultaram em casamento.

Algo que foi passando, de geração em geração.

Ainda alguém se lembra das “Cantigas de Amigo e de Amor” da época Medieval? Não era a Fonte o lugar de muitos encontros amorosos?

Recordo-me na minha adolescência, a revolta que sentia, ao ver caminhar por aquelas estradas velhotas corcovadas carregando cântaros de água.

NÃO TEMOS O DIREITO DE APAGAR NEM DE ESCONDER A REALIDADE DE PARTE DO POVO ALGARVIO!!!

As heranças dos nossos antepassados devem ser preservadas, para que um dia possamos fazer História.



RUIVA


De julio a 13 de Abril de 2005 às 23:06
Caros amigos leitores deste blog!!!!!!

Em primeiro lugar gostaria de saudar o autor do mesmo pois criou aqui um espaço aberto a todos (os que dispõem de acesso à net…. que ainda não é um bem de 1ª necessidade, o automóvel há quem diga que também não é!!!)e dizia eu, uma mesa virtual onde podem ser trocadas todas as ideias que possam vir a ser benéficas para a nossa Freguesia e para o nosso Concelho, e ainda posso matar saudades do desaparecido poço que era um dos pontos de referencia deste nosso sítio, mas vamos ao que interessa: vejo com alguma pena que entre os vários textos deste blog não se possam encontrar ideias novas, propostas concretas, e muito menos projectos estruturantes de que esta nossa Freguesia tanto precisa, limitando-se o autor/es a criticar tudo o que está praticamente concluído, em vias de ser concluído ou adjudicado, obras estas tanto prometidas pelos anteriores executivos e que nunca passaram do papel, tendo sido necessário a chegada do Dr. Seruca & Cª para a ficção ser finalmente tornada realidade.
Agora sejamos sinceros a critica só poderá ser bem-vinda quando acompanhada por ideias nunca só pelo botaabaixo, pela crítica dos velhos do Restelo, porque quando se quer ser ouvido não basta apontar o dedo e lançar umas ideias avulso, sem nexo desenquadradas da realidade, utópicas somente para dar a ideia de que finalmente se esta na presença de um iluminado capaz de descobrir o que outros já com muitos “anos de estrada” ainda não se tinham lembrado, verdade seja dita quantos Presidentes de Junta deste Concelho se tem dedicado de corpo e alma como o de S.Sebastião??? Sejamos coerentes, sejamos realistas, por exemplo em relação à questão do poço (que tanto me chocou ver derrubado e que tudo farei para que não desapareça definitivamente), está-se a por em causa a decisão dos presentes na reunião que foi convocada com a devida antecedência, se não foram foi porque preferiram ficar a ver a telenovela e depois ainda se critica o Sr. Horácio por ter agido de acordo com a vontade dos presentes independentemente do seu numero porque é que ninguém na altura deu sugestões tendo sido apenas o Sr. Jorge Gonçalves a falar mesmo assim o Sr. Presidente da Junta se mostrou aberto a novas ideias e ainda é criticado (preso por ter cão……) meus amigos a campanha ainda não começou, assim com uns candidatos a candidatos tão parcos de ideias (de utopias estamos fartos) o Sr. Horácio bem pode ser obrigado a ter de ficar por cá mais uns anitos para bem da nossa Freguesia (para mal de algum/a que espera e desespera a altura de poder ter alguma chançe de fazer boa figura pelo PS).

Velhos do Restelo preparem-se que até ao fim deste mandato ainda irão ter a oportunidade de engolir bastantes sapos vivos e alguns deles de difícil digestão.
Bem-haja a freguesia de S.Sebastião

JULIO GUERREIRO
julionatalia@sapo.pt


De 4niko a 13 de Abril de 2005 às 16:24
Caros bloguistas e residentes nesta Freguesia deixo aqui a sugestão:juntamente com o autor deste blog vamos todos tentar intreceder junto do poder central para averiguar da possibilidade de poder vir a ser construida uma praia que pudesse servir a população desta Freguesia sugiro desde já que se deveria situar na zona da Lagoa de Monprolé dado a sua localização geografica, se a Amareleja conseguio porque não havemos nós de conseguir sugiro tambem que á imagem do que o anterior executivo PS fez na praia da Quinta do Lago todo o estacionamento que sirva essa praia deva ser condicionado aos possuidores de moradias na zona em causa


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
15
16
17
18

21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Novo Espaço para o "seBAS...

. Estacionamento Eleitoral!...

. Biografia de Miguel Torga...

. 100 anos de Torga... Libe...

. Do rico espólio documenta...

. "Tomada do Castelo"... de...

. Inauguração Amanhã!

. Vem à Terra o mais ilustr...

. Silêncio à espera de Agos...

. A uma Boa Notícia ofereço...

.arquivos

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds